Denúncia sexual contra professor

A Inspeção-Geral da Educação e Ciência (IGEC) está a investigar a Escola Profissional do Alto Lima (EPRALIMA) após a denúncia de alegados crimes sexuais cometidos por um professor contra alunos.

img_757x426$2015_07_25_03_20_32_474111

A própria direção da instituição privada confirmou ontem, ao CM, que foi aberta uma investigação interna que incide nos polos de Arcos de Valdevez, Ponte de Lima e Ponte da Barca.

A IGEC “está a instruir um processo de inquérito na EPRALIMA”, confirmou o organismo do Ministério da Educação e Ciência (MEC) ao CM. A investigação interna foi desencadeada por alegadas denúncias feitas a um jornal regional do Minho. Fonte da escola garante que não há queixas de encarregados de educação nem de alunos, todos com mais de 14 anos. Para já, afirma a mesma fonte, não há indícios de qualquer crime de abuso sexual.

A instituição não confirma nem desmente a suspensão do professor denunciado.

As denúncias foram comunicadas ao MEC e também ao Ministério Público.

Pin It

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>